Inocente


E se eu me entreguei demais, mais uma vez...
E se eu te dei o meu melhor, mais uma vez...
E se eu fui inocente como uma criança
E te mostrei um um mundo de esperança
Mas você não quis
Achou melhor cuidar do seu nariz
Porque até onde termina o seu nariz você conhece
E o caminho te chamando você esquece

E eu entendi todos os seus problemas
Conversei com você sobre seus dilemas
Tentei curar suas feridas abertas
Mas você se julgou mais esperta
E não quis a dor
Aquela chamada amor
E preferiu ficar assim como está
E eu fiquei aqui sem um pedaço de mim.

Sem rimar no final
Sem chorar afinal
Por algo que poderia ser
Por alguém que não quis viver.

É triste saber o que nem sei
É triste sentir o que não se sente
É triste estar junto e sozinho
É triste amar solitariamente.



Fico muito grato por você estar aqui!

Se gostou clique aqui para receber novas postagens por e-mail.

Ou se preferir clique aqui para entrar na lista de transmissão do WhatsApp.

Me siga nas redes sociais:

Comentários